sexta-feira, 23 de julho de 2010

Chuva de Verão

No seu belíssimo blogue "Criativemo-nos", a dona postou, há dias, o que abaixo reproduzo:
"Informo que chove.
Depois de um dia abrasador, de enxames de turistas de perna ao léu e línguas fartamente desatadas, entretidos com objectivas e mapas ao contrário, as nuvens aproximaram-se sorrateiramente e despejam bategas frescas sobre a cidade extenuada.
Que limpe e serene as ruas, os telhados e os seres vivos.
É para isso que surge, creio".
O texto, curto, é lindíssimo. E eficaz. Porque fiquei sedenta de algo semelhante, aqui em Lisboa. Explico-me. Gosto de contrastes, de coisas inesperadas, de alguma dose de raridade.
Defeito ou qualidade - depende do ponto de vista -, que terei herdado de minha Mãe, que levou toda a sua vida a surpreender-me. Tal como ela, gosto de chuva no Verão. Tanto, como de sol no Inverno.
Por uma qualquer razão oculta, aquelas palavras fizeram-me recordá-la e, por causa dela, lembrar África e os seus dias abrasadores que, de repente, eram banhados com as lágrimas torrenciais do Senhor. Para nos limparem a alma.
Obrigada Margarida!

HSC

4 comentários:

Manuela disse...

Helena, por vezes são pequenos nadas, uma simples palavra, um certo odor que nos fazem ficar mais perto (lembrar) dos que nos são queridos, mas que já partiram.

Margarida disse...

...delicioso complot para me marejarem os olhos? :)
Milady, não há palavras (e logo eu!)...
Fico feliz por a ter feito sorrir, evocando alguém cujo amor se desdobra além do espaço e do tempo.
E se multiplica em gestos e atenções.
A herança continua.
E continuará.

Bem-haja por tudo.
- genes incluídos... ;)

Anónimo disse...

Oh! Doutora Helena
A Senhora...

Tirou definitivamente o cheiro a mofo das minhas saudades...

Li
Ainda lá na minha fogueira de vaidades(Ai férias... até a água 3 euros) de salou com tudo incluido até a inflação dos minutos que passam a segundos no pagamento da internet (Pouca vergonha), de qualquer forma apesar dos filhos incluídos no quarto(Paus de cabeleira adoráveis e dificilmente descartáveis) Fique a saber que a li com maior prazer que os bestsellers americanos de nomes afrodisiacos...

Hum
A senhora Vale a pena
Isabel Seixas

Helena disse...

Ola bom dia
Gostei da postagem
aprovei !!!
um abraço.